Pages

quinta-feira, 21 de maio de 2009

As Garôas Nordestinas

Charge por  Sebastião Marques




   Até pouco tempo pensávamos que cheias eram apenas privilégio para sulistas, e as secas aperrinhamento para os nordestinos
   Mas agora as coisas não vão tão ruins assim aqui no nordeste. Deus agraciou os sofridos nordestinos, depois de tanto o chatear com o mesmo assunto nas orações: "Que caia um toró danado". 
   Os pedidos foram atendidos. Porém os matutos do sertão não cogitavam que suas rezas já se acumulavam em grandes quantidades, até porque isso é confirmado se fizermos uma conta matematicamente correta criada pelos japoneses de proveta americanos estudantes da Havard. Vejamos:

   Os matutos sertanejos oram  3x ao dia: Ao se levantar, ao se deitar e antes de ir ao banheiro (isso ocorre por causa da falta de água frequente, ocasionando diarréia e prisão de ventre - tudo ao mesmo tempo).

Então fazemos:

O => Halo (unidade da oração - aquele troço que fica na cabeça dos santos)
3 => Número de orações diárias
365=> Dias dos anos - sem ser bissexto

3O x 365 =
 1.095 orações é o que faz um matuto ao ano.

   Agora multiplique pela população média do sertão (1000 habitantes) e depois por 10 anos, a última vez que choveu por lá. O resultado é a quantidade de chuva que agora cai no nordeste.

   Assim, espero que com essa explicação exatamente científica, todos tenham entendido os motivos das atuais enchentes nordestinas. Agora mandem ver na prova de história, ops.... Geografia.

Nenhum comentário: